Trama: indústria criativa em revista ISSN 2447-7516, Vol. 6, No 1 (2018)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

E aí, let’s get sickening!: representatividade e produção de memes em comunidades digitais brasileiras a partir do consumo de RuPaul’s Drag Race

Luana Inocêncio, Rafael Moraes

Resumo


Parte já indissociável do roteiro de consumo de determinado produto da indústria criativa, nas comunidades digitais aglutinam-se diálogos, sociabilidades e remixagens de conteúdos audiovisuais, em que os fãs buscam reinterpretar e personalizar tais produções para um contexto local. Neste cenário, a presente investigação busca analisar os atravessamentos identitários nas práticas interacionais em torno do reality show estadunidense RuPaul’s Drag Race, localizados nas comunidades digitais brasileiras do programa. Tem-se enquanto hipótese que tais fandoms online atuam como repositórios de repertórios culturais LGBTQ+ locais, seus valores, idioletos, personagens e cenários. Utilizaremos enquanto articuladores dessa reflexão os memes de internet em formato de vídeo, produzidos e circulados por fãs brasileiros a partir da apreensão de cenas do programa, combinadas a trechos de áudio e vídeo de memes populares brasileiros protagonizados por LGBTQ+ e/ou mulheres cis tidas como “divas” de tal subcultura, frequentemente referenciada como Vale dos Homossexuais.

Texto Completo: PDF

ISSN 2447-7516

Contato: revistatrama@estacio.br