Revista Eletrônica Estácio Saúde, Vol. 3, No 2 (2014)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

AVALIAÇÃO DO ESTADO NUTRICIONAL DE GESTANTES DURANTE A GESTAÇÃO E NO PERÍODO PÓS-PARTO

Edideuza Alves Lima dos Santos, Patrícia Lovatel Acioly, Roberta Juliano Ramos

Resumo


Este trabalho teve como objetivo avaliar o estado nutricional de gestantes durante a gestação e no período de 60 dias pós-parto. Participaram do estudo 38 gestantes atendidas em uma maternidade de Florianópolis, SC no período de janeiro a fevereiro de 2013. Teve como critérios de inclusão: idade de 21 anos ou mais, ter no mínimo uma pesagem por trimestre e parto cesáreo entre 36ª e 40ª semanas. Para avaliação do estado nutricional foi utilizado IMC pré-gestacional, ganho de peso por trimestre e peso pós-parto aos 60 dias. Foi aplicado um questionário de frequência alimentar para avaliar os alimentos consumidos durante o período gestacional. Entre os alimentos mais consumidos estão: carne de bovina ou ave, arroz, legumes, açúcar, pães e leite.  A idade média materna foi de 28,9 anos (DP±4,6). A maioria das gestantes (54%) estava eutrófica no período pré-gestacional, tendo uma média de ganho de peso total de 16,5kg (DP ±4,9). Na avaliação de perda de peso pós-parto (Coeficiente Linear de Pearson> 0,7) considera-se que ocorreu Correlação Linear Positiva Forte, desta forma, a gestante que apresentou peso pré-gestacional adequado, tende a retornar ao peso pré-gestacional 60 dias após o parto. Em relação à amamentação 40% amamentaram exclusivamente, no entanto, não houve diferença significativa no peso 60 dias pós-parto, p-valor foi igual a 0,851 (p>0,05).  Há necessidades de outros estudos com um tempo maior de duração e análise de outros fatores de perda de peso.


Texto Completo: PDF

Resultado de imagem para latindex