Rizoma: Experiências interdisciplinares em ciências humanas e sociais aplicadas, Vol. 1, No 1 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Waldermar Curt Freyesleben e o meio artístico curitibano (1940-1960)

Alice Freyesleben

Resumo


O presente estudo discute o lugar ocupado por Waldemar Curt Freyesleben no processo de consolidação do meio artístico curitibano como parte do movimento maior de expansão urbana e cultural entre os anos de 1940 e 1970. Foram localizados documentos oficiais, textos críticos, cartas trocadas entre agentes culturais, fotos, pinturas e matérias em periódicos a respeito da arte produzida na cidade. Todos os documentos foram submetidos a uma crítica interna e externa quanto ao seu conteúdo, autenticidade e contextualização. As conclusões obtidas a partir da investigação das fontes foram entrecruzadas com discussões historiográficas acerca do meio artístico, suas especificidades e o encargo do Estado em seu processo de formação. Ao longo do trabalho a questão da memória construída sobre o artista também se mostrou relevante. Após o exame da documentação, constatou-se que Freyesleben foi rememorado como um pintor conservador e discípulo de Andersen, seu primeiro professor de pintura. Entretanto, a partir de suas múltiplas atuações no meio artístico curitibano em tal período, esta memória demonstrou ser uma definição excessivamente simplificada. Portanto, recuperar a dimensão histórica de sua contribuição para as artes plásticas em Curitiba significou ir além das generalizações reproduzidas nos manuais de História da Arte no Paraná.


Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.