HÓRUS, Vol. 6, No 1 (2011)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

LOMBALGIA: A RELAÇÃO COM A FLEXIBILIDADE DA REGIÃO POSTERIOR DA COXA E DO GLÚTEO E A FORÇA ABDOMINAL E LOMBAR

Mariana Cristina de Jesus, José Francisco Daniel

Resumo


A lombalgia se caracteriza pela dor na região lombar da coluna vertebral, com grande divergência no que diz respeito às capacidades físicas que se relacionam com a mesma. O presente estudo teve como objetivo comparar os níveis de flexibilidade da região posterior da coxa e do glúteo, e de força abdominal e lombar, entre indivíduos portadores e/ou não de lombalgia. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica e de campo, desenvolvida através da aplicação de testes de flexibilidade (sentar e alcançar) e de força abdominal e lombar (tempo de contração isométrica), em uma amostra de 16 indivíduos de ambos os gêneros, com 54,5±9,39 anos de idade. Destes 16, 8 apresentavam lombalgia e os outros 8 não apresentavam dor lombar. Os indivíduos com lombalgia apresentarammenor força isométrica abdominal, que indica a necessidade de atenção ao fortalecimento desta região. Também apresentaram tendência, mas sem  diferença significativa a menor flexibilidade da região posterior da coxa e doglúteo, e menor força lombar que os indivíduos que não possuem dor lombar. Há necessidade de mais estudos, com uma amostra maior, para verificação das necessidades dos mesmos.

Texto Completo: PDF

Revista Horus - ISSN: 1679-9267 - endereço eletrônico: horus@estacio.br