Revista Educação e Cultura Contemporânea, Vol. 18, No 53 (2021)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Quem são elas e o que querem? Perfil de mulheres privadas de liberdade, alunas da Educação de Jovens e Adultos de uma penitenciária carioca

Iamni Torres Jager, Velfe Hollandino de Oliveira Júnior, Marcio Roberto Antunes Ferreira, Andre Luiz Silva Mello

Resumo


O presente artigo expõe uma pesquisa realizada em uma unidade escolar inserida em uma penitenciária feminina da cidade do Rio de Janeiro. Os dados foram colhidos através de observações etnográficas do cotidiano escolar e de um questionário aplicado em 42 alunas da unidade, segundo a metodologia Survey. O objetivo do trabalho foi traçar um perfil das alunas que frequentam a unidade escolar, coletando informações quanto à idade, à etnia/raça/cor, ao grau de escolaridade; se possuíam ou não filhos; sobre as acusações criminais que as levaram ao encarceramento, vínculos de trabalho anteriores, uso ou não de medicamentos antidepressivos e drogas, crenças; se recebem visitas ou alguma forma de apoio familiar, e suas motivações para frequentar uma unidade escolar. Os resultados obtidos, quando possível, foram cruzados com dados disponibilizados pelo governo federal.
Palavras-chave: Educação prisional. Mulheres presas. Privação de liberdade. Educação de Jovens e Adultos.

Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


Revista Educação e Cultura Contemporânea 2004-2019 | Universidade Estácio de Sá
ISSN online: 2238-1279