Revista Educação e Cultura Contemporânea, Vol. 16, No 45 (2019)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Expressividade, cultura digital e educação - considerações a partir do aplicativo Dubsmash

Regina Zanella Penteado, Márcia Reami Pechula

Resumo


O artigo objetiva discutir limites/restrições e/ou possibilidades/potencialidades das práticas midiáticas para a configuração de processos educativos em contexto de cultura digital. São focalizados repertórios de áudio e imagem do aplicativo Dubsmash, nos aspectos de expressividade e imaginário social, para relacionar mídia digital, cultura e educação, sob aportes da Filosofia, Comunicação, Educação e Fonoaudiologia. Nas práticas sociais Dubsmash, a linguagem e a expressão apelam para elementos culturais populares (grotesco, carnavalização, riso e espetacularização) e o imaginário social emerge em discursos que reforçam modelos, estigmas e preconceitos com questões de gênero, infância, escolarização, professor e trabalho docente. O estudo conclui que as práticas sociais Dubsmash configuram um espaço público de polifonia e expressão da cultura popular e do imaginário social da contemporaneidade, com contribuições paradoxais para a Educação. Contudo, a despeito desses limites/restrições, elas também oferecem possibilidades em potencializar processos educacionais que envolvem linguagem, corporeidade e expressividade na Educação Básica e Superior.

Palavras-Chave: Educação. Expressividade. Cultura Digital.

Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


Revista Educação e Cultura Contemporânea 2004-2019 | Universidade Estácio de Sá
ISSN online: 2238-1279

A REEDUC encontra-se indexada nas seguintes plataformas:
DOAJ PKP Google Acadêmico Periódicos CAPES
Educ@ Latindex BEE Clase UAM Livre Livre