Revista Educação e Cultura Contemporânea, Vol. 13, No 31 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Cinema na escola pra quê?

Mirna Juliana Santos Fonseca

Resumo


Em 2014, foi aprovada a lei nº 13.006 que obriga a exibição de filmes de produção nacional nas escolas de educação básica. Diante dessa nova proposta para a educação, muitos professores, estudantes, gestores e pais de alunos certamente estão se perguntando: cinema para quê? Ao chegar à escola, o cinema traz a possibilidade de contato dos estudantes e de toda a comunidade escolar com a sétima arte, ao assistirem aos filmes ou até produzir os seus. Este já seria um bom motivo para que o cinema adentre a escola. Este artigo tem por objetivo tratar sobre como o cinema tem sido pensado pra contribuir com a educação e que caminhos estão sendo trilhados por professores, pesquisadores e instâncias governamentais nesse sentido. Para tanto, o texto traz um pouco da história de como surgiu no Brasil o interesse pelo cinema na escola, quando ainda era chamado de cinema educativo. A partir da proposta de Jacques Rancière, entrelaçada à hipótese-cinema de Alain Bergala, entende-se que a aprendizagem do cinema se dá por meio de uma comunhão ignorante entre os seus envolvidos. Esse tem sido um tema em destaque nas pesquisas sobre arte, mídias e linguagens relacionadas à educação e se tornou de grande interesse nos últimos anos com a criação de eventos, encontros e de cursos e projetos voltados para professores e estudantes que se interessam pelo cinema, apresentados no artigo. A partir das vozes de pesquisadores e estudiosos do assunto, busca-se ainda levantar alguns motivos para que o cinema na escola se estabeleça com sucesso, ganhando mais força com a promulgação dessa lei.
Palavras-chave: Cinema e educação. Lei nº 13.006/14. Jacques Rancière. Alain Bergala.

Texto Completo: DOI 10.5935/2238-1279.20160021

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.


Revista Educação e Cultura Contemporânea 2004-2019 | Universidade Estácio de Sá
ISSN online: 2238-1279

A REEDUC encontra-se indexada nas seguintes plataformas:
DOAJ PKP Google Acadêmico Periódicos CAPES
Educ@ Latindex BEE Clase UAM Livre Livre