Puçá: Revista de Comunicação e Cultura na Amazônia, Vol. 6, No 2 (2020)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A ADAPTAÇÃO E REPRESENTATIVIDADE DO CORPO GORDO EM DUMPLIN’

Marcus Dickson, Gabriela Garcia, Sarah Carneiro

Resumo


A partir dos estudos sobre o corpo, desenvolvidos por Naomi Wolf (2019) e Ana Maria Colling (2015), o objetivo do trabalho foi de analisar o corpo gordo na adaptação da obra cinematográfica Dumplin’ (2018) e em como ele é retratado na sétima arte. O artigo foi fundamentado na metodologia de estudo de caso que através do questionário, Dumplin’ e o corgo gordo nos filmes, pôde apurar a visão contemporânea dos entrevistados sobre a temática. Por meio da análise de conteúdo do filme abordamos alguns conceitos da Escola de Frankfurt (1924-1950), atravessamos a era pós-moderna até a hipermodernidade, baseando-nos nos conceitos de Gilles Lipovetsky e Jean Serroy (2004) e utilizamos os estudos de Henry Jenkins (2009) sobre a convergência midiática e a transmídia, uma vez que o objeto de estudo passou por uma adaptação por meio do trânsito de conteúdo.


Texto Completo: ARTIGO COMPLETO

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Puçá: Revista de Comunicação e Cultura na Amazônia.

ISSN 2526-4729

Faculdade Estácio do Pará (Estácio FAP)

Rua Municipalidade, 839 - Umarizal Belém – PA CEP: 66050-350

Tel: (91) 3198-1300

E-mail: revistapuca@gmail.com