Revista Mangaio Acadêmico, Vol. 1, No 2 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

O panorama da escrita acadêmica segundo Bakhtin

Hélcia Macedo de Carvalho Diniz e Silva, Gean Quirino Dias, Adyne Bertuoli

Resumo


O objetivo deste artigo é apresentar alguns caminhos possíveis para a escrita acadêmica. Para tanto, busca-se fundamentação na teoria da Filosofia Bakhtiniana da Linguagem, cujo pensamento concebe a interação verbal (oral ou escrita). Nesta perspectiva, consistem objetivos específicos os as seguintes etapas da pesquisa: trabalhar com textos, apontar possibilidades de escrita acadêmica e apresentar o pensamento do filósofo Mikhail Bakhtin (2010) focando o exercício de escrever no ensino superior. No tocante ao uso da linguagem e suas peculiaridades, que não podem ser esquecidas quando do seu uso dentro da esfera educacional, ressaltam-se a norma culta da língua e gêneros de discursos, esses dois pontos são a base do escrever corretamente na esfera educacional. Como resultados, levando-se em conta que esta pesquisa é parte de um trabalho mais amplo, considera-se que o texto acadêmico escrito, como produção científica, pode ser desde o resumo até o artigo científico, passando pelo trabalho de conclusão de curso e o relatório. Cada um desses gêneros deve fundamentar-se nos aspectos teórico-metodológicos da linguagem em uso e suas adequações contextuais.

Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.