Juris Poiesis, Vol. 21, No 27 (2018)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Ética e Mercado: uma análise comparativa das propostas morais de Sandel e de Walzer

Marcello Ciotola, Gustavo França

Resumo


Este artigo pretende tratar do tema da moralidade das atividades econômicas e dos limites morais do mercado, a partir de uma comparação entre as propostas de dois filósofos norte-americanos contemporâneos: Michael Sandel (1953-) e Michael Walzer (1935-). Faremos notar que ambos os autores chegam a uma resposta semelhante para o problema (o mercado não é um instrumento mau em si mesmo, mas sua presença deve se restringir aos bens sociais afeitos à sua lógica distributiva, sem invadir os âmbitos próprios de outras lógicas de justiça), porém, partindo de fundamentos substancialmente distintos – o primeiro filia-se ao comunitarismo aristotélico e defende que os bens têm uma natureza objetiva, identificada por sua finalidade; o segundo é adepto do chamado multiculturalismo e entende que os bens são criados e definidos pela cultura de sociedades específicas.


Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 

Mestrado e Doutorado em Direito - UNESA

Av. Presidente Vargas, 642 - 22o andar. Centro

Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20071- 001

Tel. 21-22069743