Juris Poiesis, Vol. 19, No 21 (2016)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A medicina não convencional no contexto do direito à saúde e dos direitos dos pacientes. DOI: 10.5935/2448- 0517.20160013

Vera Lúcia Raposo,

Resumo


A medicina não convencional traz uma forma de prestação de cuidados de saúde diferente da dita medicina convencional, mas nem por isso menos relevante para a edificação do sistema de saúde e para a promoção do bem-estar dos pacientes.

Contudo, as sociedades ocidentais desprezam habitualmente as suas muitas virtualidades, apenas promovendo o uso da medicina convencional. Esta tendência funda-se no desconhecimento das raízes ancestrais da medicina não convencional e dos benefícios que mesmo nos dias de hoje esta pode implicar, não apenas mediante os seus procedimentos tradicionais de prevenção e cura, mas também pelo impulso que pode trazer ao desenvolvimento científico, inclusivamente no âmbito de novas tecnologias a ser aplicadas pela medicina convencional.

Este estudo irá expor os principais elementos caracterizadores da medicina não convencional, diferenciá-la da medicina convencional, apontar as suas mais-valias, descrever o movimento de progressiva aceitação desta prática nos países ocidentais e pugnar por uma forma de sã convivência entre ambas, que promova a consolidação de um eficaz sistema de prestação de cuidados de saúde.

 


Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

 

Mestrado e Doutorado em Direito - UNESA

Av. Presidente Vargas, 642 - 22o andar. Centro

Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20071- 001

Tel. 21-22069743