Gestão Contemporânea, Vol. 11, No 1 (2021)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

OS PRINCIPAIS EFEITOS DA PANDEMIA DO COVID-19 NA TOMADA DE DECISÃO DE PME’s BRASILEIRAS INTERNACIONALIZADAS: ESTUDO DE CASO DE UMA PEQUENA EMPRESA DE SOFTWARE DO SETOR FERROVIÁRIO

Ana Raquel Mechlin Prado, Daiane Ishii Miranda, Rillary Gomes Agostinho, Tamiris Faria Simoso

Resumo


O processo de internacionalização é uma das formas de as empresas sobreviverem e aproveitarem oportunidades, que vão além daquelas propiciadas pelo mercado doméstico. No entanto, as empresas enfrentam diversas dificuldades para se internacionalizarem, como as barreiras externas (relativas ao ambiente) e internas (inerentes às empresas). Esses desafios tornam-se ainda maiores, diante das incertezas provenientes da pandemia do COVID-19, que trouxe uma perspectiva diferente e fez com que empresas tivessem que se adaptar a essa nova realidade. Diante disso, esta pesquisa teve como objetivo principal analisar as tomadas de decisão das PME’s diante desse contexto. Para tanto, foi realizado um estudo de caso com uma empresa de software de pequeno porte do setor ferroviário, bem como foi realizada uma entrevista com um consultor e especialista em comércio exterior. O estudo permitiu observar como a empresa estudada, direcionada integralmente ao mercado externo, buscou tomar suas decisões de internacionalização. Uma das estratégias adotadas pelos seus gestores foi identificar parceiros locais em cada país onde atua para diminuir a barreira cultural. Além disso, a empresa mostrou-se pouco impactada em relação à pandemia e, diferentemente de uma parcela significativa de PME’s, continuou adotando uma postura proativa, ao invés de reativa, em sua atuação internacional, durante esse período.


Texto Completo: PDF