Gestão Contemporânea, Vol. 11, No 1 (2021)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

ANÁLISE DA COOPERAÇÃO INTERORGANIZACIONAL ENTRE ENVOLVIDOS NA RECUPERAÇÃO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO DOCE

Paulo Henrique Dos Santos

Resumo


O modelo de ciclo de vida de cooperação entre instituições contribui para superar problemas relativos à cooperação entre envolvidos em uma causa comum, tendo em conta as características das entidades e amplia a compreensão de suas mudanças ao longo do tempo. Neste cenário, a presente pesquisa tem como objetivo investigar o estágio de desenvolvimento das relações de cooperação dos envolvidos na gestão de recursos para recuperação da Bacia Hidrográfica do Rio Doce, analisando estratégias de melhoria nos resultados de tal cooperação. Esta pesquisa visa ampliar o entendimento sobre quatro pontos de vista diferentes, envolvendo cooperação institucional, a saber: ponto de vista teórico, gerencial, desenvolvimento regional e gestão pública. É um estudo de caráter descritivo, envolvendo também, levantamento bibliográfico. Este modelo foi aplicado, em órgãos responsáveis pela gestão de recursos destinados a recuperação da Bacia Hidrográfica do Rio Doce no Estado do Espírito Santo, identificando seu nível de desenvolvimento. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas, com abordagens qualitativas dos dados, desenvolvida por técnicas de análise de conteúdo. Como resultados, atesta-se que o nível de desenvolvimento e do objeto de estudo se encontra na fase de Maturidade/Consolidação. Atualmente, os membros e envolvidos acessam intensivamente redes sociais, por meio de computadores e smartphones, e isso tem proporcionado troca de informações informais com maior frequência entre os mesmos, fortalecendo o vínculo entre eles, auxiliando no desenvolvimento e manutenção da consolidação da cooperação.

Texto Completo: PDF