e-Revista Facitec, Vol. 8, No 2 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Avaliação neuropsicológica de universitários com queixas de desatenção: um estudo de caso

Lucas Emmanuel Lopes e Santos, Flávia da Cunha Pereira, Cecília Souza Oliveira

Resumo


O Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade caracteriza-se por um padrão persistente de desatençãoe/ou hiperatividade e impulsividade, que acomete cerca de 3% a 7% das crianças. Estudos recentes têmverificado diversos sintomas em adultos com diagnóstico de TDAH. O presente estudo teve como objetivotraçar o perfil neuropsicológico de universitários com queixa espontânea de desatenção. Primeiramente,foram feitas entrevistas semiestruturadas, incluindo itens como dados sociobiográficos, de aspectos daaprendizagem e dados clínicos. A segunda etapa constituiu-se na aplicação de testes neuropsicológicos com oobjetivo de avaliar funções cognitivas gerais e específicas. Concluímos que: (a) os desempenhos nas tarefasatencionais, na maioria dos casos, não condizem com os relatos de queixas de desatenção da amostra; (b) odéficit cognitivo pode estar relacionado às funções de memória. Diante disso, sugere-se uma avaliaçãominuciosa das funções cognitivas específicas, como a memória, para que seja possível revelar nuances dodesempenho acadêmico dos participantes, além de possibilitar o diagnóstico diferencial para as queixasrelatadas.

Texto Completo: PDF