Revista Ciência (In) Cena, No 6 (2018)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A LUDICIDADE E A ESTRUTURAÇÃO DO SUJEITO: UM PERCURSO NAS OBRAS DE FREUD, WINNICOTT E BETTELHEIM

Vera Regina Rozendo Montano

Resumo


O presente artigo trata da ludicidade como estruturante do sujeito e de seus impactos na vida adulta a partir de um percurso nas obras de Freud (1905, 1908, 1920), Winnicott (1975) e Bettelheim (1989). Os impactos da ludicidade na vida adulta são muitos e não deixam de se manifestar uma vez que o lúdico compõe o humano, independentemente da idade que tenhamos. As questões que nortearam este estudo referem-se a como a ludicidade e o lúdico afetam a estruturação do sujeito e qual o seu impacto na vida adulta quando há ausência do lúdico na infância e como o impulso lúdico manifesto no ato lúdico pode integrar forças opositoras e complementares (forças regressivas e forças progressivas) biograficamente presentes no ser humano. A metodologia usada foi um ensaio teórico sobre a ludicidade nas obras de Freud, Winnicott e Bettelheim.Os resultados apontaram para a importância da ludicidade como estruturante do sujeito desde os primórdios de sua existência,uma vez que o brincar é uma atividade essencial para promover a integração de forças regressivas e progressivas no psiquismo de cada sujeito.


Texto Completo: PDF

INDEXADORES: