Revista Ciência (In) Cena, No 1 (2014)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

A PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO DOS SERVIÇOS PÚBLICOS DE SANEAMENTO: OS GESTORES E A SOCIEDADE CIVIL DIALOGAM?

Angela Maria Gordilho Barbosa, Cristina Maria Dacach Fernandez Marchi, Vera Lucia Peixoto Mendes

Resumo


RESUMO

Este trabalho resulta de uma pesquisa sobre “Tecnologias de Gestão no Combate à Pobreza e as Desigualdades Sociais: desafios da sociedade e dos serviços públicos na Bahia” que tem como finalidade avaliar em que medida as tecnologias de gestão utilizadas por municípios baianos contribuem para a participação cidadã na prestação dos serviços de educação, saúde e saneamento. Para efeito de elaboração deste artigo foi efetuado um recorte, considerando-se apenas os serviços de saneamento, no confronto do discurso dos gestores, no que diz respeito às suas práticas de gestão e a percepção da população, representada pelas associações comunitárias mais atuantes na defesa dos interesses dos usuários dos serviços. A análise da relação dos órgãos gestores com as associações comunitárias tem como objetivo verificar se os mecanismos de gestão utilizados tendem a propiciar ou impedir a participação da população na gestão de saneamento em municípios baianos, com vistas a sugerir medidas que avancem na questão do controle social preconizado na Lei n. 11.445/07.

Palavras-chave: Gestão. Pobreza. Desigualdades Sociais.

 

ABSTRACT

This article is results from a research about “Management technologies against poverty and social inequities: Bahian society and public services challenges” that had the objective to evaluate to what extent the management technologies used in the bahian counties contribute to a citizenship attitude towards the educational, health and sewage public services. The research focus of this article considered the sewage services confronted to the managers’ speech, in relation to their management practices and peoples perception, represented by the services ́ users defense most participative community associations. The analyses of the relationship between the management offices and the community associations had as objective verify if management mechanisms used tend to enable or limit peoples ́ participation on the management of the bahian counties sewage, suggesting measures that could contribute to the social control preconized by law n. 11.445/07. 


Texto Completo: PDF

INDEXADORES: