Revista Ciência e Sociedade, Vol. 1, No 2 (2017)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

PERFIL EPIDEMIOLÓGICO NA MALÁRIA DE PACIENTES DO HOSPITAL DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE NOS ANOS DE 2014 E 2015

Ellen Janayna Pimentel, Mayck Rian Magalhaes, Maysa Vasconcelos Brito

Resumo


A malária sempre foi um grande problema de saúde pública no Brasil e especificamente na região Norte onde é responsável por quase 99% dos casos registrados, com aumentos regionais muitas vezes associados à migração para áreas de mata fechada e de difícil acesso. O objetivo deste artigo científico foi de traçar o perfil epidemiológico de crianças diagnosticadas com malária, bem como a localidade de origem destas, apresentando os aspectos demográficos e a predominância de gênero e faixa etária destes pacientes. Os dados foram coletados junto a Vigilância Epidemiológica e somente entraram no estudo crianças de 0 a 14 anos, de ambos os sexos, diagnosticadas no Hospital da Criança e do Adolescente no período de 2014 e 2015. O estado do Amapá constitui uma região hiperendêmica no que diz respeito à malária, alguns municípios são mais propensos do que outros, onde a prevenção deve ser ainda maior. Esforços quanto à melhoria no tratamento da doença e mais atenção e responsabilidade quanto as notificações de casos de malária devem ser rígidos.  No ano de 2014 o estado do Amapá registrou um total de 150 casos de crianças com malária, com destaque para o segundo semestre deste ano e a predominância de casos foi em pacientes de 0 a 4 anos. O número de casos registrados de malária no ano de 2015 foi de 75, maior no primeiro semestre, com distribuição de casos bem próximos quanto à faixa etária, em ambos os anos com destaque para Mazagão.



Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Faculdade Estácio de Macapá, Av. Ver. José Tupinambá, n. 1223. Jesus de Nazaré. CEP: 68908-126. Macapá-AP.