Revista ADM.MADE, Vol. 17, No 3 (2013)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Os Significados do Consumo de Imóveis de Luxo na Perspectiva da Consumer Culture Theory (CCT)

Marcelo de Rezende Pinto, Ronan Leandro Zampier

Resumo


A presente pesquisa tem como objetivo investigar a forma como os consumidores de alta renda constroem os significados relacionados aos imóveis de luxo a partir da Consumer Culture Theory (CCT). O referencial teórico do trabalho abordou os seguintes temas: consumo e suas abordagens cultural e simbólica, Consumer Culture Theory e, por fim, o conceito e as características do fator luxo. Foi realizada pesquisa qualitativa de caráter descritivo, e a escolha dos sujeitos participantes foi feita pelo procedimento denominado bola de neve. A análise das evidências foi realizada com o apoio do software de análise qualitativa Atlas TI, utilizando-se também o método de análise de discurso concebido por Gill (2002). A análise dos resultados apontou diversos aspectos da cultura brasileira e locais articulados à percepção do luxo: percepções sobre o conceito de luxo e características dos imóveis de luxo, motivos da compra, experiências de consumo de imóveis, influências e relações sociais e distinção, relação com os imóveis, entre outros. Esses aspectos se tornam relevantes para a construção de significados por parte de indivíduos de alta renda, enquanto consumidores de imóveis de luxo.


Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Revista ADM.MADE - ISSN 2237-5139

Mestrado em Administração e Desenvolvimento Empresarial/Universidade Estácio de Sá

Av. Presidente Vargas, 642, 22o. andar – Centro

Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20071-001

Tel.: 21-22069743