Revista ADM.MADE, Vol. 22, No 3 (2018)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Usuários de Espaços Públicos como Atores de Mercado

Fernanda Guarnieri, Francisco Giovanni David Vieira

Resumo


O presente estudo tem por objetivo caracterizar o processo de uso e de apropriação por usuários dos espaços das Academias ao Ar Livre (AALs), que se originaram por meio de estratégias políticas e que foram construídas em espaços públicos. Para tanto, considerando usuários como atores de mercado, articulam-se teoricamente estudos de consumo e de mercado sob uma abordagem de espaço. O estudo é construído a partir de uma perspectiva interpretativista, com abordagem qualitativa e caráter descritivo. Os procedimentos metodológicos adotados envolveram pesquisa documental, observação participante e entrevistas com idosos usuários de AALs. Os dados coletados foram analisados por meio da categorização das informações, utilizando o Software ATLAS.ti.  Verificou-se que o uso como uma forma de transformar o significado da AAL, não necessariamente intencional, remete à não passividade dos indivíduos, que, diante de estruturas pré-estabelecidas, criam sua própria história, agindo de acordo com seus interesses. Destaca-se, ainda, que, enquanto lugar apropriado, é possível materializar o espaço da AAL para caracterizar práticas específicas de mercado.


Texto Completo: PDF

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Revista ADM.MADE - ISSN 2237-5139

Mestrado em Administração e Desenvolvimento Empresarial/Universidade Estácio de Sá

Av. Presidente Vargas, 642, 22o. andar – Centro

Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20071-001

Tel.: 21-22069743